accusport logo

ANÁLISE DE LACTATO PARA TÉCNICOS DE NATAÇÃO - INTERPRETAÇÃO

 

Na Porque Usar página você leu,

"A informação obtida com a análise de lactato mostra a você a mudança da relação entre esforço e velocidade - em baixa intensidade a velocidade aumenta muito mais rápido do que os níveis de lactato; e em alta intensidade, os níveis de lactato mudam muito mais rápido que velocidade"
la-vel. graph Tornando fácil o entendimento

Em cada publicação técnica ou cientifica você vê, a agora familiar, curva de lactato pela velocidade (lactato-velocidade), a qual simplesmente demonstra este ponto.

Entretanto, para muitos técnicos, isto não é simples; o desafio é ler qualquer mudança na curva e interpretar seu significado precisamente. Somente então os dados colhidos mostram-se quão valiosos são.

OS TRÊS COMPONENTES VITAIS DA PERFORMANCE ESPORTIVA

Você já aprendeu que os três componentes vitais da performance esportiva são:

graph1
1.Endurance; a velocidade durante trabalho, predominantemente, aeróbico de uma forma mais ilustrativa e comparativa, nós escolhemos o tempo a uma velocidade produzindo 4 mM de lactato (tV4), como nosso valor padrão.

 

2. O nível de ácido lático à Máximo esforço.

 

3.A Relação de Potência ( potência aplicada já explicada anteriormente ) entre estes primeiros dois componentes.

Cada um destes componentes combinam-se para produzir o Tempo de Prova (Race Time), ilustrado pelo tempo a uma velocidade produzindo LaMax. Cada um deles pode também mudar, dependendo do treinamento realizado. Graph 2 mostra estas possíveis mudanças.
graph2 Mudança: a única constante

Mudanças em Endurance são como uma alteração na posição da curva, para direita ou esquerda. Este movimento é usualmente notado na parte baixa da curva direita para uma melhora na endurance, esquerda para uma piora.

 

Mudanças nos níveis de ácido lático em Máximo esforço (LaMax), são vistas como movimentos na altura da curva. Quando a linha é maior o nível de lactato é maior.

 

Mudanças na relação entre endurance e LaMax, são vistas como uma mudança no formato da curva. Isto reflete a Potência aplicada ( nota do tradutor: aqui Potência não significa intensidade, neste caso como já explicado anteriormente, significa a relação entre endurance e Lactato Máximo ). Um nivelamento, ou mudança diagonal para direita, mostra mais potência aplicada, um inclinação ou mudança na curva para esquerda, demonstra menos potência aplicada ( piora na relação endurance-LaMax).

 

Dados reais

Todas ilustrações aqui são tiradas de testes atuais, usando séries de tiros de 200m de um nadador, sobre um período de vários anos. Algumas vezes os resultados são usados de uma forma a melhor ilustrar uma particular mudança, mas as mudanças atuais são reais; elas podem, e iram, acontecer com seus nadadores. A escala dos gráficos é mantida constante; o único truque "visual" ou estatístico usado é que, em algumas situações, eu igualei a velocidade de prova assim outras mudanças podem claramente ser isoladas. Os valores, ou números, ambos em lactato e velocidade, foram omitidos no eixo do gráfico, pois sua presença poderia somente confundir mudanças em velocidade são muito melhor ilustradas por figuras do que por números. Os dados, tV4, LaMax e Tempo de Prova ( Race Time ), são mostrados abaixo de cada gráfico de um modo que você pode julgar a magnitude da mudança e relacionar a informação aos dados - a mudança de 2:44.86 para 2:37.92 é muito mais fácil de compreender do que falando em mudança de velocidade de 1.213 m/s para 1.266 m/s. Ao menos para mim.

graph3

tV4 2:32.02 2:25.08
LaMax. 16.7 16.7
Race Time 2:10.47 2:05.90

Endurance

Graph 3 mostra uma melhora em endurance, ilustrada por uma alteração na posição da curva. A alteração é no sentido da direita. A mudança pode ser devida a uma melhora em qualquer dos três fatores:

Metabolismo Aeróbico - mais energia aeróbia disponível por unidade de tempo.

Técnica - o nadador será capaz de usar a energia disponível de uma forma mais produtiva e o número de braçadas irá cair.

Diminuição da resistência - causando menor resistência - o nadador será capaz de mover-se mais rapidamente com o mesmo gasto energético, ou à mesma velocidade utilizando menos energia.

Qualquer que seja a razão que cause isto, continua sendo uma melhora na endurance - a habilidade de repetir ou manter o exercício (nado ).

Se nados de baixa intensidade são comparados de teste a teste e os nados são similares em velocidades, isso pode aparecer que o resultado é uma alteração para baixo na posição da curva. Isto é um engano; o nadador esta usando menos energia anaeróbia, portanto igual ou maior energia aeróbica, para nadar em mesmas velocidades - isto é uma melhora na endurance e a curva moveu-se para a direita.

Se nenhum outro fator mudou, então um deslocamento para direita é bom.

graph4

tV4 2:32.02 2:32.02
LaMax. 13.2 16.7
Race Time 2:13.57 2:10.47

Lactato Máximo

Graph4 mostra uma melhora no LaMax, ilustrado por uma alteração na altura da curva. A alteração é para cima, mostrando que o nadador produziu mais ácido lático para atingir a performance. Como a linha se dirige para a direita, qualquer aumento no LaMax significa aumento em velocidade. A causa pode seu uma melhora no metabolismo anaeróbico, com o nadador gerando mais energia com o mesmo esforço, ou motivação, usando mais esforços para gerar mais energia - o nadador esforçou-se bastante e levou a curva mais para o alto.

Se nenhum outro fator se altera, então um valor mais alto é bom.

graph5

tV4 2:32.02 2:24.15
LaMax. 16.7 16.7
Race Time 2:10.47 2:01.87

Potência Aplicada (endurance-LaMax)

Graph 5mostra uma melhora na relação entre tV4 e LaMax; uma melhora na potência aplicada, ilustrada por uma alteração na forma da curva. A alteração é demostrada por uma subida mais gradual da curva .

Melhoras na potência aplicada podem surgir através de melhoras em:

Técnica, ou Controle de nado

Força Muscular, permitindo grande aceleração durante a fase propulsiva do nado. Este aumento na força pode ser causado igualmente por um aumento de: Força Muscular,permitindo grande aceleração durante a fase propulsiva do nado. Este aumento na força pode ser causado igualmente por um aumento de:

Força - igualmente uma habilidade de produzir tensão muscular, ou coordenação intramuscular , ou Força - igualmente uma habilidade de produzir tensão muscular, ou coordenação intramuscular , ou

Velocidade - coordenação intramuscular

Qualquer que seja o aspecto de força melhorado, ele é potência aplicada.

Se nenhum outro fator muda, então uma curva mais gradual é um bom sinal.

Nenhum componente é uma ilha

Estes três componentes não existem isolados; uma alteração em qualquer um deles, irá afetar os outros dois. Uma alteração em qualquer ponto da curva irá afetar cada outro ponto da curva. Isto é, como podemos dizer uma "faca de dois gumes". Quando você programa um treinamento para desenvolver, digamos, endurance aeróbica, você não pode escapar de conseqüentes mudanças que iram ocorrer sobre o lactato máximo e potência anaeróbica. Isto é porque treinamento para o desenvolvimento aeróbico acarreta em perdas no sistema anaeróbico, e algumas características de fibra muscular iram mudar. Por causa do treinamento aeróbico, as características anaeróbicas da curva iram mudar. Esta é a base da periodização do treinamento.

Obviamente, se os componentes não podem ser desenvolvidos isoladamente, eles não deveram ser interpretados isoladamente. Este é o erro que a maioria dos técnicos, e cientistas, fazem; eles iram observar uma alteração positiva em um componente e concluir que tudo está indo bem. Ou, contrariamente, observar uma mudança negativa, e concluir que tudo esta sendo um desastre. Isto pode até ser verdade, mas igualmente, pode ser totalmente errado. Uma visão global e cuidadosa tem de ser analisada e entendida antes que um diagnóstico possa ser feito.

A verdade, e a completa total

Graphs 6, 7 e 8 ilustram as várias combinações de mudanças que são possíveis:

graph6

tV4 2:32.02 2:31.27
LaMax. 16.7 16.7
Race Time 2:10.47 2:14.42

Alteração para pior

Graph 6 mostra uma pequena melhora em endurance e uma deterioração na potência aplicada.

As alterações podem ser devido a qualquer dos fatores positivos grafados no graph 3, e a qualquer alteração negativa corresponde aos fatores grafados no graph 5. Técnica é um fator determinante em endurance e potência, então uma contagem de braçadas irá determinar se o nadador mudou sua técnica durante o teste. Se ele fez isso, você deve identificar a razão - muitas vezes perda de concentração, ou perda de resistência de força.

A magnitude, positiva ou negativa, da mudança irá determinar se o total aferido é bom ou ruim; neste caso, ela é ruim, mas se você tivesse testado a endurance isoladamente, você chegaria a uma conclusão diferente.

graph7

tV4 2:32.02 2:37.36
LaMax. 16.7 13.8
Race Time 2:10.47 2:10.47

Alteração......que alteração

Graph 7 mostra uma deterioração na endurance, uma melhora na potência aplicada e uma deterioração no LaMax, ilustrado pela alteração na posição da curva para a esquerda, um nivelamento, e uma diminuição no peak da curva.

A magnitude, positiva ou negativa, da alteração irá determinar se o resultado aferido é bom ou ruim; neste caso, é o mesmo, mas se você tivesse testado qualquer um dos fatores isoladamente , você poderia chegar a uma diferente conclusão.

graph8

tV4 2:32.02 2:24.15
LaMax. 16.7 17.5
Race Time 2:10.47 2:00.51

Alteração para melhor

Graph 8 mostra uma melhora em todos os três componentes - endurance, LaMax e potência aplicada, ilustrada por uma alteração positiva na posição, altura e forma da curva. O nadador teve sucesso em atingir seu objetivo de uma forma global (psico-fisio-biomecânico) - nadando tão rápido quanto possível sem usar ácido lático, então, quando isto torna-se inevitável, usando o máximo de seu sistema anaeróbico a cada aumento de esforço. A piscina então está cheia de felicidade e pessoas alegres. O resultado total é excelente; e a magnitude de cada positiva alteração, irá determinar o quão excelente foi o resultado. Se você tivesse testado qualquer dos componentes isoladamente, você chegaria a uma conclusão similar, mas não iria perceber o quão bom foi o resultado.

Todas situações acima referem-se a um nadador especificamente. Se você compara diferentes nadadores existem outras considerações a incluir. As qualidades dos três componentes, Endurance, LaMax e Potência, estão presentes em diferentes níveis, e desenvolvem-se diferentemente, em diferentes nadadores.

graph9

tV4 2:27.75 2:13.06
LaMax. 14.0 9.8
Race Time 1:59.99 2:05.57

Todos nadadores são diferentes entre si.

Graph 9 compara curvas de um nadador Velocista ( S ) e um Fundista ( D ). O Fundista tem melhor endurance, menos potência aplicada e menor LaMax quando comparado com um velocista. Estas qualidades típicas refletem as características requeridas em cada prova em especial. Quando comparando resultados de testes de diferentes nadadores, esteja certo de analisar cuidadosamente as características exigidas para cada evento.

graph10 SUPRIMENTO ALÁTICO DE ENERGIA

Cientistas loucos começam aqui

Graph 10 tenta diagramaticamente ilustrar a relação que as qualidades aláticas tem com a curva de lactato-velocidade. Agora, você tem que deixar de lado seu senso de descrença por alguns minutos, uma vez que "alático" significa "sem acido lático", e uma curva de lactato-velocidade está, por definição, medindo lactato, que é um derivado de ácido lático. Então, o que nos temos aqui, é uma forma de técnicos analisarem, sendo que cientistas poderiam rir com menosprezo. Não importa.

 

Alático significa velocidade "livre"

Tudo dever estar relacionado ao objetivo, que é a prova do nadador, então, em termos da importância da prova, a capacidade alática descreve como o nadador pode entrar na curva, nadando a máxima velocidade sem acumulo de lactato ( livre ). Em provas curtas isto é de suma importância; em provas longas , isto tem uma importância pequena. Nadadores de fundo tem de nadar quase que durante toda prova próximo do máximo; lembrem sua curva é íngreme, e eles estão nadando perto do máximo quando eles estão baixo na curva. Velocistas não podem ficar baixo na curva pois, sua curva é mais plana, e baixo na curva significa lento em velocidade. Velocistas tem que a inicio de prova já estar no topo da curva.

Para qualquer teste alático, uma diminuição em lactato, com manutenção de velocidade, ou um aumento de velocidade seguido de uma estabilização de ácido lático, é bom.

 

ÚLTIMA PALAVRA

Diferenças em volume e de intensidade, nos programas de treinamento garantem que endurance, LaMax e potência aplicada são desenvolvidas diferentemente em diferentes nadadores. Adicionalmente, características genéticas, tais como tipo de fibra, fazem com que estas capacidades desenvolvam-se em diferentes níveis com o mesmo programa de treinamento. Quando comparando resultados de testes de diferentes nadadores, estes fatores devem ser levados em conta.

Alguns nadadores herdam características genéticas que lhes proporciona melhor desempenho em um tipo de prova, digamos velocidade, do que outras, digamos provas longas, e assim iram exibir diferentes qualidades em sua performance - isto é talento. Alguns nadadores iram mostrar grande melhora para o mesmo tipo de treinamento - isto é talento. Ambos estes aspectos de talento devem ser considerados quando prescrevendo o programa de treinamento seguindo as analises dos resultados do teste.

 

Talento foi definido como,

"a combinação de características hereditárias e habilidades adquiridas""

Bell

e descrito como sendo medido pelo,
"índice de melhora."

Ericsson e Charness, 1994

e,
"a índice de melhora em uma situação de treinamento.."

Halberg, Regner, personal conversations.

Resultados de testes, se interpretados corretamente, iram ilustrar o grau de cada um desses aspectos do talento. Testando, irá permitir a você a garantir que seus nadadores de talento ganhem medalhas.

handy analyzer

 

Traduzido por

W. Ramos Veiga, São Paulo

 

 

 

Porquê  | Como  | Página Principal de Natação  | Glossário (em Inglês)  |

Accusport Página Principal  | Página principal en Español | English Home Page |

Favor envie seu email a info @ lactate dot com

Última atualização 26 de junio, 1998. Conteúdo © Sports Resource Group, Inc.